APROVADA A PAUTA DA CAMPANHA SALARIAL 2020

Os trabalhadores do SINDAUT aprovaram em assembléia dia 16 de dezembro, na sede do Sindicato, a pauta de reivindicações a ser apresentada ao Sindicato Patronal. A categoria definiu que o foco principal será a manutenção de todas as cláusulas sociais com avanços na econômica.

Trabalhadores aprovam pauta da campanha salarial 2020 na sede do SINDAUT

          A direção do SINDAUT avaliou que mesmo com todas as dificuldades econômicas e políticas da crise que afeta o país nos últimos cinco anos, o Sindicato nunca encerrou uma campanha salarial com reajuste abaixo do INPC do período. A data base é fevereiro. O presidente do SINDAUT, Fernando Bandeira, ressaltou que este ano não será diferente. “lutaremos pela manutenção de todas as cláusulas sociais e econômicas da Convenção, procurando melhorá-las, sempre perseguindo mais conquistas”.

          Os diretores do SINDAUT lembraram que em 2019, com muitas dificuldades, foi conquistado 5% no piso salarial da categoria e 3,6% nos demais salários e benefícios assim como a manutenção das cláusulas sociais conquistadas em muitos anos de luta.

          A pauta aprovada foi a seguinte: reajuste salarial com reposição da inflação pelo INPC, mais ganho real de 50%; o mesmo reajuste aplica-se ao tíquete refeição/alimentação; manutenção das cláusulas sociais como plano de saúde/seguro saúde, anuênio, pagamento de horas-extras, PLR, auxílio creche, homologação de rescisão de contrato de trabalho no Sindicato.

Presidente do SINDAUT Fernando Bandeira propõe melhora no auxílio refeição e na clausula das estabilidades provisórias. 

          Foi aprovado ainda por sugestão do presidente, que haverá melhora no auxílio refeição e também na cláusula 23ª que trata da estabilidade provisória. Com relação à esta cláusula, foi proposto que será assegurada garantia de emprego à gestante enquadrada na modalidade de trabalho temporário, e ao jovem aprendiz. Quando as gestantes pedirem demissão sem o conhecimento de seu estado, mediante prova documental, fica garantida a estabilidade. 

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BRASILOR FECHA ACORDO COLETIVO COM O SINDAUT Auxílio Alimentação reajustado para R$ 31,00. Os 68 trabalhadores da Brasilor Comércio de Produtos Ópticos fecharam Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) com o...
NOTA DO SINDAUT SOBRE A REPORTAGEM DO JORNAL O DIA DE 02/02/2020 O SINDAUT já vem alertando esse problema desde a promulgação da lei 13.467/2017, Reforma Trabalhista, do Governo Temer. Desde então, co...
Representantes do Fórum Sindical dos Trabalhadores estiveram com o autor do projeto de lei 5.552, Lincoln Portela (PL-MG), que trata da reforma sindical e regulamentação do artigo 8º da Constituição....
Campanha Salarial 2020 SINDAUT PEDE REPOSIÇÃO DA INFLAÇÃO MAIS 50% DO INPC A diretoria do SINDAUT se reuniu no dia 23 de janeiro com o sindicato patronal a fim de discutirem a pauta da Campanha Salari...
Ao contrário do que afirmavam os apoiadores da “reforma” trabalhista, do governo de Michel Temer, o contrato intermitente não criou “milhões de empregos” Brasil de Fato - Dados do Boletim Emprego em P...