Congresso prorroga por 60 dias MP Verde e Amarela que precariza o trabalho

Medida Provisória de Bolsonaro também cria um imposto para os desempregados, que podem ser obrigados a pagar taxa de até 7,5% sobre seguro-desemprego para o INSS

A Medida Provisória (MP) 905, que institui o Programa Verde Amarelo, mais uma forma que Jair Bolsonaro (sem partido) e sua equipe econômica, liderada pelo banqueiro Paulo Guedes, encontraram para precarizar o trabalho, foi prorrogada por mais 60 dias pelo presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP).


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Sondagem mostra que muitas adiaram pagamento de tributos e poucas pegaram crédito Uma em cada quatro empresas do setor de serviços avalia demitir ou até encerrar as atividades quando acabar o período...
José Agripino Advogado do SINDAUT e Secretário Geral da Comissão de Direitos Sindicais da OAB/RJ, apresentará uma live nesta quarta feira, dia 16/09, às 18hs na plataforma oficial do youtube da OAB/RJ...
No período de oposição à contribuição do Benefício Social - 31 de agosto a 09 de setembro – verificou-se redução de 66% em relação ao ano passado. Em 2019 se opuseram 6.990 e este ano apenas 2.372. O...
A retomada ainda que lenta da atividade econômica tem levado muitos empresários a rever os prazos estabelecidos inicialmente para suspensão de contratos de trabalho ou redução de jornada e salário de...
Os acordos de suspensão de contrato de trabalho e de redução de jornada e salário poderão impactar também no valor do 13º salário neste ano. Parte dos trabalhadores não receberá o valor integral no fi...