Notícias

04/01/2018 - CAIXA VOLTA A FINANCIAR A CASA PROPRIA COM FGTS

  • CAIXA VOLTA A FINANCIAR A CASA PR?PRIA COM FGTS

    Empr?stimo chega a 70% do valor do im?vel que n?o pode passar de R$ 1,5 milh?o




     O trabalhador que tem FGTS e busca a t?o sonhada casa pr?pria agora volta a ter uma chance. A Caixa Econ?mica Federal retomou ontem a linha de financiamento de im?veis Pr?-Cotista para unidades de at? R$ 1,5 milh?o com recursos do fundo. Al?m disso, o banco restabeleceu o teto para financiar im?veis usados de 50% para 70% do valor total. O patamar havia sido reduzido no fim de setembro do ano passado, o que dificultou a aquisi??o de im?veis para quem n?o possu?a recursos pr?prios. Os juros s?o a partir de 7,85% ao ano.

    Para o economista da Funda??o D. Cabral e economista do Ibmec, professor Gilberto Braga, o restabelecimento indica a retomada do mercado imobili?rio porque atender? aos interesses da classe m?dia, que busca um im?vel maior, e, para muitos, a oportunidade de deixar de pagar aluguel.

    "Um im?vel de R$ 700 mil, por exemplo, exigir? R$ 210 mil de sinal e uma presta??o (sem seguro e impostos) de pouco menos de R$2 mil em 25 anos", explica. E pondera: "O dif?cil ? entrar no sistema de habita??o porque depois a presta??o dica mais barata que o aluguel".

    Ser?o disponibilizados R$4 bilh?es para a linha Pr?-Cotista FGTS. Vale lembrar que apenas Caixa e Banco do Brasil oferecem essa modalidade de financiamento. A taxa de juros aplicada a quem n?o tem relacionamento com o banco ? de 8,85% ao ano na Caixa e de 9% ao ano no Banco do Brasil. Caso o comprador tenha relacionamento com a Caixa, os juros cobrados na linha Pr?-Cotista podem ser ainda menores e chegar a 7,85% ao ano. O prazo m?ximo de financiamento oferecido nos dois bancos ? de at? 360 meses.

    Para ter acesso a essa linha de cr?dito ? necess?rio ter contribu?do ao FGTS por mais de tr?s anos, consecutivos ou n?o. Caso o futuro mutu?rio se enquadre nessa exig?ncia, a conta vinculada ao fundo deve estar ativa, ou seja, o trabalhador precisa ter emprego de carteira assinada e fazer contribui??es mensais ao FGTS.

    N?o h? restri??o com rela??o ? renda familiar dos compradores, desde que o im?vel financiado n?o tenha valor maior que R$ 1,5 milh?o.

     

    Fonte: O Dia - Matha Imenes

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Entidades patronais do setor agrícola se beneficiam de medidas acertadas entre elas e governo para compensar fim do imposto sindical. A Nova Central Sindical de Trabalhadores – NCST solicita tratament...
INSS NÃO PODE RETOMAR GANHOS DA DESAPOSENTAÇÃO Em caso de desconto, segurado deve entrar com ação na Justiça por falta de decisão final do STF O INSS tem cobrado, inadvertidamente, o dinheiro pago a a...
Sindicato patronal obtém verba por decreto Jornal do Brasil Após o fim do imposto sindical com a reforma trabalhista, o presidente Michel Temer criou uma forma alternativa de financiamento de entidade...
O departamento jurídico do SINDAUT ajuizou ação coletiva com pedido de tutela de urgência que foi deferida pela juíza Gláucia Alves Gomes da 78ª Vara do Trabalho. O pedido foi para que os ex empregado...
CAIXA E BANCO DO BRASIL COMEÇAM A PAGAR ABONO SALARIAL DO PIS/PASEP RELATIVO A 2017   O pagamento do abono salarial do PIS/Pasep 2018/2019 (ano-base 2017) começa nesta quinta-feira, para os traba...