Notícias

27/04/2018 - EMPREZA VAI SER PENHORADA EM R$ 2 MILHÕES SE NÃO PAGAR EM 48 HORAS

  • JUSTIÇA MANDA PENHORAR BENS SE EMPRESA NÃO PAGAR  VERBAS RESCISÓRIAS EM 48 HORAS

     

    A juíza Claudia Maria Samy Pereira da Silva, da 78ª Vara do Trabalho, atendeu requerimento do Ministério Público que manda cumprir a liminar intimando a Empreza de Gestão e Pessoas a pagar em 48 horas os 200 trabalhadores dispensados em 28 de fevereiro sem receber as verbas rescisórias. Esses trabalhadores prestavam serviços administrativos e de análises de reclamações à Telefônica Brasil (VIVO) da Barra da Tijuca – Av. Ayrton Senna nº 2.200. Decorrido esse prazo, o não cumprimento do despacho implicará na “penhora on-line” no valor indicado pelo MPT de R$ 2 milhões de reais. O não cumprimento da liminar acarreta ainda multa diária de R$ 500 por cada empregado.

    Não houve acordo na reunião de conciliação na última terça-feira (24/4) no Ministério Público do Trabalho, entre a Empreza, comissão de trabalhadores, Sindicato dos Empregados de Agentes Autônomos do Comércio (Sindaut), que representa os trabalhadores e a Vivo. A Empreza propôs pagar a quitação salarial em dez vezes, o que foi recusado pela comissão e sindicato, que no máximo aceitariam o parcelamento dos débitos em três vezes.

    O procurador do Trabalho, Cássio casa Grande, informou que pediria a abertura de inquérito penal contra os sócios da Empreza por retenção de salários e cumprimento da liminar que manda pagar os 200 trabalhadores em 48 horas, concedida hoje pela titular da 78ª Vara Trabalhista do TRT. A procuradoria do Trabalho levantou que a diretora executiva da Empreza, Helena Ribeiro, havia declarado à revista Pró Industrial, um faturamento de quase R$ 400 milhões em 2016 não justificando a alegação que não tem recursos para pagar seus funcionários.

     



ÚLTIMAS NOTÍCIAS

FÓRMULA 85/95 GARANTE BENEFÍCIO DE ATÉ R$ 3 MIL Aposentadoria que soma idade e tempo de contribuição é vantajosa para segurado   Os trabalhadores que atingiram as condições de se aposentar por te...
GRÁVIDA TEM DIREITO À INDENIZAÇÃO MESMO QUE DESCONHEÇA GRAVIDEZ NO MOMENTO DA DEMISSÃO, DIZ STF Para a maioria dos ministros, pagamento é devido ainda que empregador não saiba da situação ao demitir f...
INSS: JUSTIÇA RECONHECE REVISÃO E APOSENTADORIA SOBE 78%   INSS: Justiça reconhece revisão e aposentadoria sobe 78% . A Justiça tem sido a alternativa para que aposentados e pensionistas do INSS...
COMUNICADO SINDAUT O SINDAUT comunica aos trabalhadores que o expediente se encerra nesta 5ª feira (11/10) às 17:30. Devido aos feriados do dia 12/10 (feriado nacional) e do dia   15 (segunda-fei...
GOVERNO QUER TRABALHADOR INTERMITENTE NO INSS Proposta prevê inclusão como segurado facultativo, a fim de garantir acesso a benefício como auxílio-doença O governo estuda enquadrar os trabalhadores in...