Notícias

27/11/2019 - EDITAL DE CONVOCAÇÃO DA CATEGORIA

  • EDITAL DE CONVOCAÇÃO

    ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA

    Pelo presente edital, nos termos dos artigos 1º. 6º, e 8º. inciso II do Estatuto, ficam convocados os empregados das Categorias Profissionais representadas pelo SINDICATO DOS EMPREGADOS DE AGENTES AUTÔNOMOS DO COMÉRCIO E EM EMPRESAS DE ASSESSORAMENTO, PERÍCIAS, INFORMAÇÕES E PESQUISAS NO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO – SINDAUT - CNPJ nº 27.903.715/0001-00, a comparecerem à Assembleia Geral Ordinária, a ser realizada no dia 16 de dezembro de 2019, às 15:00hs em primeira convocação ou às 15:30hs em segunda e última convocação, na sede do Sindicato na Rua André Cavalcante, nº 128, Bairro de Fátima, Rio de Janeiro/RJ, com a categoria para discutir e deliberar sobre a seguinte ORDEM DO DIA: a) Aprovação da Pauta Reivindicatória da Data-Base 2020/2021; b) Autorização dos Empregados para o Sindicato instaurar Dissídio Coletivo ou Assinar Convenção Coletiva; c) Autorização da categoria para descontar Contribuição Social em favor do Sindicato; d) Assuntos gerais. Rio de Janeiro, 25 de novembro de 2019. Fernando Bandeira - Presidente.



    .


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BRASILOR FECHA ACORDO COLETIVO COM O SINDAUT Auxílio Alimentação reajustado para R$ 31,00. Os 68 trabalhadores da Brasilor Comércio de Produtos Ópticos fecharam Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) com o...
NOTA DO SINDAUT SOBRE A REPORTAGEM DO JORNAL O DIA DE 02/02/2020 O SINDAUT já vem alertando esse problema desde a promulgação da lei 13.467/2017, Reforma Trabalhista, do Governo Temer. Desde então, co...
Representantes do Fórum Sindical dos Trabalhadores estiveram com o autor do projeto de lei 5.552, Lincoln Portela (PL-MG), que trata da reforma sindical e regulamentação do artigo 8º da Constituição....
Campanha Salarial 2020 SINDAUT PEDE REPOSIÇÃO DA INFLAÇÃO MAIS 50% DO INPC A diretoria do SINDAUT se reuniu no dia 23 de janeiro com o sindicato patronal a fim de discutirem a pauta da Campanha Salari...
Ao contrário do que afirmavam os apoiadores da “reforma” trabalhista, do governo de Michel Temer, o contrato intermitente não criou “milhões de empregos” Brasil de Fato - Dados do Boletim Emprego em P...