Notícias

22/06/2020 - TRT ANULA DECISÃO DE JUIZ E MANDA PAGAR 34,10% À TRABALHADORA


  •        SINDAUT CONSEGUE REVERTER PROCESSO PRATICAMENTE PERDIDO

    Uma trabalhadora procurou o SINDAUT e disse que havia ajuizado uma ação contra a CODIN (Companhia de Desenvolvimento do Rio de Janeiro) com um advogado particular, perdendo a causa de reajustes salariais não cumpridos pela Codin. O jurídico do Sindicato analisou a documentação e as Convenções Coletivas não respeitadas pela companhia desde 2012, objeto da ação de cobrança.  O SINDAUT ingressou com nova ação em favor da trabalhadora. Por duas vezes, o juiz da 48ª Vara do Trabalho julgou improcedente os pedidos da empregada da Codin. O Sindicato não desistiu e recorreu outra vez, desta vez ao TRT – Tribunal Regional do Trabalho. O recurso foi acolhido pela 7ª Turma do TRT, e a relatora do processo, desembargadora Gisele Bondim Lopes Ribeiro anulou a sentença do Juiz da 48ª Vara do Trabalho, dando ganho de causa à trabalhadora e determinando  a CODIN que cumpra os reajustes salariais das seguintes Convenções Coletivas: 2011/2012 – 6,80%; 2012/2013 – 6,00%; 2013/2014 – 7,00%; 2014/2015 – 6,80%; e 2015/2016 – 7,50%, totalizando um reajuste a receber de 34,10%.


    O presidente do SINDAUT, Fernando Bandeira, faz um alerta: “Sempre que o trabalhador tiver um problema trabalhista, procure o Sindicato imediatamente para que um de nossos advogados possa defender seus direitos e atende-lo com toda atenção. No caso desta matéria, a causa estava praticamente perdida, porém, a insistência do nosso jurídico reverteu o processo.

    Fábio Galvão, presidente da Codin (D), recebe certificado de qualidade ISO,
     enquanto a empresa não paga reajustes devidos.


ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Viabilizadas por MP convertida em lei, reuniões online facilitam negociações - por isso, devem ser mantidas

Parabéns à todos os pais SINDAUT

Parabéns à todos os pais SINDAUT
DESEMPREGO ESTÁ EM ALTA, DIZ IBGE Trabalhadores à procura de vagas no Sine-RJ Mesmo com os programas oferecidos pelo governo federal para garantir os empregos no período da pandemia do coronavírus, co...
Apesar da decisão do STF, que reconhece a COVID-19 como acidente de trabalho, muitos profissionais nem sabem da necessidade do CAT (Comunicação de Acidente de Trabalho) Após decisão do STF, de enquadr...
O presidente Jair Bolsonaro sancionou na segunda-feira (6/07), a Lei 14.020/2020 que garante empresas suspender temporariamente o contrato de trabalho, reduzir jornada e salário de seus funcionários (...